Aprenda de forma prática, como definir metas que motivam e guiam ao crescimento sustentável.

Recentemente li em um livro de Napoleon Hill que um homem pode atingir qualquer objetivo que esteja definido de forma clara e simples. Na mesma passagem o autor conta que ter objetivos definidos é uma característica comum nas pessoas que atingiram o sucesso.

Eu concordo plenamente com o escritor americano e acredito que isso não só serve para pessoas como também para empresas.  Desta forma hoje vamos conversar a respeito de como definir objetivos e metas relevantes dentro do seu negócio.

Quais são os pontos mais importantes para construção de metas?

A primeira informação que você precisa é o ponto de equilíbrio do negócio. Ele declara quanto precisa ser faturado para que a receita se iguale aos custos, garantindo que o negócio seja minimamente viável. Esse dado pode ser conseguido com um serviço especializado de contabilidade, todo o empresário deve estar ciente desta informação.

O cálculo do Ponto de Equilíbrio trará clareza de quais os custos fixos e variáveis mensais. Essas informações também são essenciais para os cálculos das metas, pois sabendo dos custos teremos acesso ao lucro líquido, o resultado final do trabalho. O próximo passo depois do ponto de equilíbrio, custos fixos e variáveis e lucro líquido, é pensar na definição da sua meta. 

Como definir a meta do seu negócio?

Quer receber conteúdos exclusivos?















Estude o seu histórico: caso a sua empresa já tenha trabalhado há mais de um ano, avalie o quanto você faturou nos últimos 12 meses. Neste momento você vai verificar quanto investiu e vendeu em cada mês, quais foram os meses de maiores gastos e receitas.

Com os dados do seu ponto de equilíbrio registrados vai estabelecer quanto acima do ponto de equilíbrio quer faturar. Este cálculo precisa ser baseado no quanto você já fez (seu histórico), sempre visando crescimento de acordo com seus investimentos.

Após entender o quanto é possível faturar acima do ponto de equilíbrio, você deve multiplicar pelo período que deseja fazer o planejamento (6 ou 12 meses, por exemplo). Com o valor do período inteiro, agora precisa dividir a meta em meses, dividindo-a percentualmente nos meses conforme o histórico de resultados avaliados anteriormente.

Nos meses em que você teve maiores volumes de vendas a meta fica maior, percentualmente. Já nos meses que houveram menores resultados, a meta deve ser proporcionalmente menor.

 

Utilize as metas para engajar seus colaboradores

Recentemente tivemos uma experiência muito positiva com um cliente do varejo que estava alegando que os colaboradores estavam desmotivados quando chegavam no meio do mês e percebiam que estavam longe de atingir a meta. Então separamos a meta por semanas e fomos liberando semana a semana. Detalhe: as metas eram diferentes, conforme o histórico de vendas em cada semana do mês. Isso trouxe de volta a motivação do time de vendas que alavancou seus resultados.

Outra prática que costumamos direcionar nas empresas é a de dar metas diferentes para diferentes vendedores. É normal que as pessoas tenham performances diferentes, o gestor precisa entender e alocar a meta corretamente para diferentes perfis

A partir da definição e alocação correta das metas, a criação de um sistema de premiação por percentagem das metas atingidas é uma boa opção para reconhecer o trabalho dos vendedores. Pode-se trabalhar com faixas de atingimento de 90%, 100% e 120% da meta, e a partir disso estabelecer premiações diferentes para cada atingimento.

Como você pode perceber existem muitas ações que são parte da estratégia de construção de metas realistas. Desejo que este artigo tenha auxiliado. Caso você precise de ajuda para alavancar seu resultado de forma exponencial, contate nossa equipe!

Você precisa de um Placar de Vendas para estimular os seus colaboradores? A Geração f5 disponibilizou esta ferramenta gratuitamente! Para BAIXAR esta ferramenta, basta clicar aqui.

Autor: Gabriel Peres

Consultor 

 

× Como posso ajudar?